sexta-feira, 19 de maio de 2017






Podia ser tão fácil, que chega a ser difícil 
Podia ser, o que não foi
Sensação de perda, de um fim próximo
A sensação de sono profundo
Que me acordem depois de lá
Num sítio meu, muito meu
Onde sorrimos os dois, juntos
Adoro, o nosso vibrar
A partilha de um bem-querer, num fim eterno
De mão dada
Choro de alegria
Tempo que não tem horas
Que apenas te tem
Para sempre,
Comigo.
És parte de mim, 
Sabes do que sou feita,
Demais imperfeita.
És quase um eu, melhorado
És o descanso de um sobressalto
És compaixão de comover
És tudo o que não pensas ser.
Quase, como se fossemos um só.
Podia ser fácil, embora chegue a ser difícil
Sempre que me lembro de cada detalhe teu fico a sorrir,
Fico a sorrir sempre que me lembro de ti, de cada detalhe teu.

Sem comentários: